Bibliografia

Flusser, V. O que é comunicação? In: _____. O mundo codificado: por uma filosofia do design e da comunicação. São Paulo: Cosac Naify, p. 88-100, 2007

FIRMINO, Fernando. Jornalismo móvel. Salvador: EDUFBA, 2015. Disponível em https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/18003/1/jornalismo-movel-miolo-repo.pdf

Manual de Redação e Estilo para Mídias Convergentes: Dad Squarisi. –São Paulo: Geração Editorial, 2011.

LEMOS, A. Cibercultura. Tecnologia e Vida Social na Cultura Contemporânea., Sulina, Porto Alegre., 2002.

SENNETT, Richard. O artífice. 2. ed. Rio de Janeiro: Record, 2009. 364 p.

POLYDORO. F. da S, COSTA. B. S; LÍBERO – São Paulo – v.17, n.34, p.89-98, jul./dez. de 2014 – A apropriação da estética do amador no cinema e no telejornal

LÉVY, PIERRE. 1. O que é a virtualização?. In: ____. O que é o virtual?. São Paulo: Editora 34, 1996. p. 5-12.

SOUZA, RENATO ROCHA. O que é, realmente, o virtual?, in Infotec Unicamp, São Paulo, 2007. Disponível em http://www.ccuec.unicamp.br/revista/infotec/artigos/renato.html

LEMOS, ANDRÉ. Cidade e Mobilidade. Telefones Celulares, funções pós-massivas e territórios informacionais., in Matrizes, Revista do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação., USP, ano 1, n.1, São Paulo, 2007, ISSN 1982-2073, pp.121-137. Disponível em http://www.matrizes.usp.br/index.php/matrizes/article/view/29/43

LEMOS, A. Cibercultura como território recombinante.A cibercultura e seu espelho: campo de conhecimento emergente e nova vivência humana na era da imersão interativa. São Paulo: ABCiber, p. 38-46, 2009. Disponível em: http://www.com.ufv.br/cibercultura/wp-content/uploads/2014/02/01.-Andr%C3%A9-Lemos-Cibercultura-como-Territ%C3%B3rio-Recombinante.pdf

JENKINS, H., Cultura da Convergência, RJ. Aleph, 2009.

MARTINEZ, M. PERSICHETTI, S. Mídia Ninja: a narrativa fotojornalística brasileira na era digital. Líbero – São Paulo – v.18, n.35, p.55-64, jan./jun. de 2015.

VILAS BOAS, S. O estilo magazine: o texto em revista/Sergio Vilas Boas. – São Paulo: Summus, 1996. – (Coleção Novas Buscas em Comunicação; v.52), p.7.

BECHARA, E. Dicionário da língua portuguesa Evanildo Bechara/Evanildo Bechara – 1.ed. – Rio de Janeiro: Editora Nova Fronteira, 2011.

KEMP, P. Tudo Sobre Cinema [tradução de Fabiano Morais et al];  Rio de Janeiro: Sextante, 2011. p.264-265.

SQUARISI, D. Manual de Redação e Estilo para Mídias Convergentes. –São Paulo: Geração Editorial, 2011. p.54-56.

MASSAROLO, João. Jornalismo transmídia: a notícia na cultura participativa. Revista Brasileira de Ensino de Jornalismo, Brasília, v. 5, n. 17, p. 135-158, jul./dez. 2015. Diponível em: <http://www.fnpj.org.br/rebej/ojs/index.php/rebej/article/viewFile/433/255&gt; . Acesso em: 24 ago. 2016.

SCHITTINE, Denise. Blog: comunicação e escrita íntima na internet. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2004.

Recuero, R., Redes Sociais na Internet., Porto Alegre, Sulina, 2009. (Cap. 1)

http://www1.folha.uol.com.br/tec/2014/03/1432549-quem-decide-o-que-voce-ve-na-internet.shtml
<Acesso em 25 de agosto de 2016>

http://revistaepoca.globo.com/ideias/noticia/2012/08/internet-esconde-quem-discorda-de-voce.html
<Acesso em 25 de agosto de 2016 >

http://canaltech.com.br/materia/nostalgia/o-bom-e-velho-mirc-nao-morreu-112/<Acesso em 26 de agosto de 2016>

Amadeu, S. Ciberativismo, cultura hacker e o individualismo colaborativo. Revista USP, n. 86, p. 28-39, 2010. Disponível em:http://www.revistas.usp.br/revusp/article/view/13811/15629

MASSUCHIN, M. G. ; CERVI, E. U. . Portais de conteúdo na web e temas locais: Estaria o internauta usando as novas ferramentas de comunicação para promover o debate político?. In: Alessandra Aldé; Jamil Marques. (Org.). Internet e Poder Local. 1ed.Salvador: EdUFBA, 2015, v. , p. 0-0.

LEMOS, André. Things (and People) Are The Tools Of Revolution!. 2011. Disponível emhttp://andrelemos.info/things-and-people-are-the-tools-of-revolution/
HOMO habilis. Disponível em: http://www.avph.com.br/homohabilis.htm. Acesso em: 09 set. 2016.

Brun, E.F; O cão de guarda da sociedade. 15 de março de 2011. Ed: 633. In: http://observatoriodaimprensa.com.br/diretorio-academico/o-cao-de-guarda-da-sociedade/

Orwell, G. 1984. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2005. (capítulo 1)

Deleuze, G. Post-Scriptum sobre as sociedades de controle. In: _____. Conversações: 1972-1990, Editora 34, pp. 219-226, 1992. Disponível em: http://www.portalgens.com.br/filosofia/textos/sociedades_de_controle_deleuze.pdf

Manual de redação: Folha de S.Paulo. 19ª ed. – São Paulo: Publifolha, 2013.

BRUNO, Fernanda. Rastros digitais sob a perspectiva da teoria ator-rede. Porto Alegre, v. 19, n. 3, pp. 681-704, 2012.

LEMOS, André. Mídias locativas e vigilância: sujeito inseguro, bolhas digitais, paredes virtuais e territórios informacionais. Curitiba: PUCPR. 2009.

Manual de Jornalismo de Dados. Disponível em: <http://datajournalismhandbook.org/pt/index.html >.Acesso em: 23 set. 2016.

http://noticias.uol.com.br/opiniao/coluna/2016/03/14/vigilancia-na-internet-nao-reduz-crimes-apenas-restringe-liberdade.htm

http://www.cartacapital.com.br/blogs/outras-palavras/a-internet-tragada-pelo-capitalismo-de-vigilancia

http://extra.globo.com/noticias/viral/mae-deixa-bebe-no-chao-fica-olhando-celular-em-aeroporto-foto-viraliza-19903397.html

http://blogs.oglobo.globo.com/pagenotfound/post/mulher-beija-outro-na-despedida-de-solteira-video-viraliza-e-casamento-e-cancelado.html

Lemos, A. Cidade e mobilidade.Telefones celulares, funções pós-massivas e territórios informacionais. MATRIZes, v. 1, n. 1, 2007. Disponível em: http://www.facom.ufba.br/ciberpesquisa/andrelemos/Media1AndreLemos.pdf

Castro, A. Teorias do Jornalismo, Universidade e Profissionalização: Desenvolvimento Internacional e Impasses Brasileiros. 2013. Disponível em: http://www.bocc.ubi.pt/pag/castro-alexandre-2013-teorias-jornalismo.pdf

Nassif, Luis. O caso escola base, 20 anos depois. O Jornal de Todos os Brasis. 2014. Disponível em: http://jornalggn.com.br/noticia/o-caso-escola-base-20-anos-depois

Latour, B. Um coletivo de humanos e não-humanos (cap. 6). In: _____. A esperança de Pandora: ensaios sobre a realidade dos estudos científicos. Bauru: Edusc, 2001.

Lemos, A. Internet das coisas (cap. 6). In: _____. A comunicação das coisas: teoria ator-rede e cibercultura. São Paulo: Annablume, 2013.